Conecte-se Conosco

Ciência

A maior floresta natural de araucária do planeta.

Publicado

em

A maior concentração de Araucárias é no Paraná.

A Reserva Indígena da cidade de Mangueirinha, que tem 16.375 hectares, se localiza no centro sul do estado do Paraná e é habitada tradicionalmente pelos povos Kaingang e Guarani.

A TI possui uma grande área de cobertura florestal nativa e preservada, sendo um dos principais remanescentes de floresta de araucária do Brasil com 9.000 hectares de árvores naturais.

Os índios trabalharam na estrada de ferro que ligava o norte do Paraná ao Litoral pela Estrada da Graciosa, e pediram ao então governador que o salário deles fosse pago em terras, que preservam desde então e mantêm intocadas. Foto de Zig Kock.

 

Brasil

1º FESTIVAL DE CINEMA DE XERÉM ANUNCIA OS FILMES SELECIONADOS.

Publicado

em

27 curtas-metragens de sete estados brasileiros concorrem ao Troféu Zeca Pagodinho

Evento acontece   08 a 11 de maio | Gratuito .

 

O Festival de Cinema de Xerém anuncia os selecionados de sua primeira edição, que acontece de 08 a 11 de maio, no Centro de Convenções John Wesley, em Xerém, Duque de Caxias (RJ). Ao todo, foram escolhidos 27 curtas-metragens de sete estados brasileiros (RJ, PR, SP, DF, BA, PE, ES), sendo 12 filmes dirigidos por mulheres.

 

As mostras competitivas Cinema Leva Eu, Fluminense e Baixada de Curtas, Nacional de Curtas, e Mostra Especial da Crítica, irão premiar com o Troféu Zeca Pagodinho as seguintes categorias: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Roteiro, Melhor Fotografia, Melhor Direção de Arte, Melhor Montagem, Melhor Atriz, Melhor Ator. Os filmes selecionados para as mostras concorrerão também na categoria Júri Popular e ao Prêmio Edna Fujii, este último dará ao vencedor um prêmio de  R$10 mil em locação de equipamentos.

 

Na Mostra Cinema Leva Eu foram selecionados 10 curtas produzidos por alunos formados pela Escola Brasileira de Audiovisual (EBAV). São eles: 9 Horas em Deodoro, de Dorgo DJ, Carnaval Caos, de João Pedroza, Dandara, de Felipe Coelho, Fnm – A Vila de Operários, de Maria Carolina Gomes, Na Risca, de Mozá, Ninguém Via, de Gabriel Leal , Odisseia Fluminense, de Mateus Carvalho, Pé de Cabra, de Bruno Santiago, Quem Faz o Rio, de Victória Dias, Uma Questão de Ética, de Marcelo Ribeiro

 

A Mostra Fluminense e Baixada de Curtas traz quatro títulos que exploram temáticas sociais, pessoais e cômicas feitas por realizadores da Baixada Fluminense. Os selecionados são Caxiense F.C., de Marcos Faria, Elas Por Elas, de Renata Silva, Minha Vida É Uma Série, de Taisa Alves Santos, e Pássaro Memória, de Leonardo Martinelli

 

Cinco filmes que abordam temas variados, como questões sociais, suspense e amizade foram selecionados na Mostra Nacional de Curtas. São eles:  Emerenciana, de Larissa Nepomuceno(PR), Firmina, de Izah Neiva (SP), Ligação Anônima, de Thiago Mendes (SP), a animação Quintal, de Mariana Netto (BA), e Lubrina, de Vinícius Fernandes Gonçalves, Leonardo Vaz Dias Hecht (DF).

 

Já a Mostra Especial da Crítica apresenta uma coleção de oito obras, enfocando uma variedade de temas sociais, culturais como Água Viva, de Gabriela Araujo, Deivison Bruno (RJ), Cartas Para Nossas Netas, de Julia Flor Duarte (RJ), Chamado, de Tulio Beat (PE), Como Matar Uma Boneca, de Alek Lean (RJ), Divina, de Flaviane Damasceno (RJ),  Emaranhadas, de Lara Sartório Gonçalves, Mariana Souza Costa (ES),  Rei Davi, de Misa Gonçalo (RJ), e Vermelho-oliva, de Nina Tedesco (RJ)

 

O festival contará também com uma programação diversificada, incluindo exibições de filmes dos homenageados desta edição, a atriz Regina Casé e o cineasta Hsu Chien, além de uma oficina, masterclasses e encontros com realizadores. Estas ações contribuem para o desenvolvimento e fortalecimento do cenário audiovisual brasileiro, sobretudo para a Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

 

Com a direção geral de Sérgio Assis, direção executiva de Emerson Rodrigues e direção de programação de Monica Trigo, o festival é uma realização da EBAV (Escola Brasileira de Audiovisual) em parceria com o Instituto Zeca Pagodinho. Apoio da Naymovie, Rádio Serra Verde 98,7 FM e Telecine. Apoio cultural da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Duque de Caxias.

 

Serviço:

 

1º Festival de Cinema de Xerém

De 08 a 11 de maio

Local: Centro de Convenções John Wesley – Av. Venância, 17 – Xerém, Duque de Caxias – RJ| Gratuito

www.festivaldexerem.com.br

Continue lendo

Beleza

Gil Jung Celebra Transformações Estéticas de Alto Nível com os Cirurgiões Dr. Júlio Vedovato e Dr. Rafael Ceita Nenues

Publicado

em

Gil Jung recentemente passou por intervenções cirúrgicas estéticas no prestigiado hospital Blanc, em São Paulo, com destaque para a excepcional expertise dos cirurgiões responsáveis, Dr. Júlio Vedovato e Dr. Rafael Ceita Nenues.

Com uma relação de confiança construída ao longo de quase duas décadas, Gil é uma paciente frequente do Dr. Júlio Vedovato, submetendo-se a diversas cirurgias, incluindo lipoaspiração, implante de silicone e rinoplastia. A busca por aprimoramentos adicionais levou Gil a explorar a parceria cirúrgica de Júlio Vedovato com o Dr. Rafael Ceita, resultando em uma sinergia que elevou ainda mais o padrão de excelência.

Durante o procedimento, Gil passou por uma lipo HD com argolplasma, uma tecnologia inovadora para retração de pele e estímulo de colágeno. E estratégicos preenchimentos de gordura em áreas específicas como glúteo,boca e olheiras. O retoque na rinoplastia, especialidade do Dr. Júlio Vedovato. Incluindo ainda um lifthing na papada e uma blafaroplastia. A escolha de utilizar as próprias gordurinhas da lipo ressalta a abordagem personalizada e visionária dos médicos.

Dr. Júlio Vedovato e Dr. Rafael Ceita destacam-se como médicos extraordinários, trazendo consigo uma vasta experiência e habilidades excepcionais. Dr. Júlio, médico de confiança da família de Gil, já atendeu a mãe, irmã e diversas amigas, estabelecendo-se como um profissional de renome. A parceria com o Dr. Rafael Ceita acrescenta uma dimensão adicional, proporcionando uma cirurgia eficiente, combinando o conhecimento e a perícia de ambos.

Os médicos atendem tanto no Rio Grande do Sul quanto em São Paulo, oferecendo um tratamento exclusivo e humanizado, desde o planejamento até a recuperação pós-operatória. A experiência cirúrgica de Gil ocorreu no hospital Blanc em São Paulo, ressaltando o compromisso inabalável dos médicos com a excelência, proporcionando não apenas resultados satisfatórios, mas uma jornada estética excepcionalmente cuidadosa.

“Estou na minha melhor fase, buscando a minha melhor versão,claro que com sempre com atividade física regular e uma alimentação balanceada, que fazem parte da minha rotina, colaborando para uma recuperação mais rápida me proporcionado maior bem estar e autocuidado geral, fortalecendo assim,a minha autoestima” Gil Jung.

Continue lendo

Beleza

Islam Sousa: O Criador de conteúdo de Paragominas que conquistou as Redes Sociais e o Mundo Digital

Publicado

em

Paragominas, Pará – No interior do estado do Pará, na cidade de Paragominas, destaca-se um criador de conteúdo que vem ganhando notoriedade nas redes sociais. Islam de Sousa Gonçalves, conhecido como Islam Sousa, iniciou sua jornada online em 2018 e, aos 24 anos, já é uma presença significativa nas plataformas digitais.

O trabalho inicial de Islam evoluiu organicamente, conquistando uma audiência de mais de 9 milhões de seguidores em diversas redes sociais. Sua autenticidade e estilo peculiar têm sido elementos-chave para atrair e manter a atenção de uma audiência crescente.

https://www.instagram.com/islam.sousa

Islam Sousa não limitou suas atividades ao universo digital. Além da produção de conteúdo, ele expandiu seus empreendimentos, estabelecendo a “Loja do Islam”, uma plataforma de comércio eletrônico que atende clientes em todo o Brasil, oferecendo uma variedade de produtos eletrônicos.

A “Loja do Islam” destaca-se pela diversidade e qualidade de seus produtos eletrônicos, proporcionando uma experiência de compra confiável aos consumidores. O empreendimento reflete não apenas o espírito empreendedor de Islam, mas também sua habilidade em prosperar em um ambiente digital em constante evolução.

Em um cenário onde a presença online é crucial, Islam Sousa se destaca como um exemplo de como a paixão por criar conteúdo pode se transformar em uma carreira sólida e versátil. Seu percurso serve de inspiração para aspirantes a criadores de conteúdo e empreendedores digitais que buscam consolidar seu espaço no ambiente online.

Em meio às rápidas transformações do mundo virtual, Islam Sousa continua sendo uma figura central não apenas para seus seguidores, mas para a comunidade digital brasileira em geral. Sua influência vai além das telas, deixando uma marca significativa no cenário do empreendedorismo online, orgulhosamente originada em Paragominas.

@islamsousa

Continue lendo

Beleza

Projeto Fala Meu Povo recebe Toninho Geraes, Tiãozinho Da Mocidade e outros convidados em comemoração ao Dia de São Sebastião

Publicado

em

Evento acontece de graça, em Padre Miguel

Projeto FALA MEU POVO, recebe no dia 20 de janeiro, a partir das 12h, Em Padre Miguel o cantor Toninho Geraes,  e outros convidados, em comemoração ao Dia de São Sebastião, também Oxòssi, na Umbanda.

A Roda de Samba Fala Meu Povo, faz parte de um projeto cultural idealizado com o intuito de promover a celebração e valorização do samba, reafirmando a importância da preservação das suas tradições, ao mesmo tempo que abre espaço para a diversidade e a evolução do gênero, buscando sempre equilibrar a valorização das raízes do samba com a incorporação de novas influências e estilos, garantindo que a roda de samba seja verdadeira celebração da cultura brasileira em constante transformação. A Roda de Samba Fala Meu Povo, acontece uma vez por mês, e aos moldes de como o samba era celebrado outrora, nos fundos de um quintal, no bairro de Realengo, Zona Oeste da Cidade do Rio de Janeiro, em um espaço de encontro e integração para todos.

Dentre os idealizadores e colaboradores, o projeto, que foi fundado em 11 de março de 2023, conta com a participação de artistas e produtores experientes, atuantes no cenário musical atual e com vasta trajetória no meio. Tais como: Aldo Ribeiro – Cantor, instrumentista e compositor, criador e figura importante de inúmeras rodas de samba como RAÍZES (2017 à 2019), SAMBA DA CABEÇA BRANCA (2010 à 2017), PAI BENEDITO NO SERENO (2018 à 2019) e um dos intérpretes no carro de som da Mangueira e intérprete do império da uva escola da série prata do carnaval; Jhonson de Almeida – Músico trombonista, baixista e cantor, realizou vários trabalhos com artistas renomados; Adriano Serafim – Músico cavaquinista, cantor e compositor, símbolo do talento de uma nova geração de músicos, que vivenciaram e valorizam a verdadeira essência do samba, aos 11 anos de idade já se apresentava ao lado do pai, o sambista e compositor Serafim Adriano; Filipe Acaf – Músico percussionista e compositor premiado com estandarte de ouro no carnaval de 2013. Como músico participou de diversos projetos e grupos de grande relevância na cena de samba carioca, tais como: Aos Novos Compositores (2016 até a presente data), Orgulho do Samba (2008 à 2015), Boteco Samba Clube (2015 à 2018), PSR – Samba de Raiz (2017 até a presente data). Dudu Bahia – Músico percussionista, produtor de eventos e compositor. Tem participação em alguns projetos culturais de roda de samba, tais como Figa de Guiné e Rebola Queixo, dentre outros, Trago Raízes. Henrique Xuxu – Músico percussionista, tocou por vários anos em algumas casas de Padre Miguel, participou do Grupo Orgulho do Samba, e da banda base da Velha Guarda Show da Mocidade Independente de Padre Miguel. Marcelo Nem Queria – Percussionista e um dos pioneiros da enigmática Banda Magia (Disco Voador), fundadores do Grupo Orgulho do Samba, participou do Projeto Fundo do Nosso Quintal e outros. Márcia Oliveira – Produtora Executiva de artistas e eventos, atua na área desde 2016, tendo produzido e idealizado alguns eventos de samba, tais como: Boteco do PH Mocidade – De Malandro Pras Marias, Roda de Samba do PH Mocidade – Samba de Malandro, Batuque Pro Velho e tantos outros.

A realização deste projeto, além do intuito inicial, pode-vir a contribuir para a promoção do reconhecimento da importância histórica do samba; para estímulo ao surgimento de novos talentos e oportunidades para músicos amadores e profissionais; para fomento de turismo cultural, atraindo tanto os moradores locais quanto visitantes interessados na cultura brasileira e no samba; para a integração da comunidade por meio da música e do compartilhamento de experiências, promovendo o orgulho cultural e o sentimento de pertencimento.

SERVIÇO:

PROJETO FALA MEU POVO RECEBE TONINHO GERAES, TIÃOZINHO DA MOCIDADE E OUTROS CONVIDADOS EM COMEMORAÇÃO AO DIA DE SÃO SEBASTIÃO.

DIA: 20 DE janeiro de 2024

HORÁRIO: 12H às 00h

LOCAL: Rua Matriz de Camaragipe, 153 – Padre Miguel

Entrada Gratuita.

Continue lendo

Brasil

Testes genéticos: os super-heróis na luta contra câncer de mama e de ovários

Publicado

em

– Por Wiliam Régis, nutricionista, diretor científico da DF Medica Brasil e doutor em Biologia Funcional e Molecular

Ouvimos muito falar sobre a importância do diagnostico precoce de vários tipos de câncer para que o tratamento possa ser mais eficaz e assertivo. No caso do câncer de mama, não é diferentes, quando antes a doença é descoberta maiores são as chances de cura. A doença, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é a primeira ou segunda causa de morte por câncer feminino em 95% dos países.

Entretanto, a realidade é que o diagnóstico precoce dos cânceres de mama e de ovários continua sendo uma batalha desafiadora. Embora sejam passíveis de cura, manifestam-se de maneira silenciosa até atingir um ponto mais agressivo para o organismo. Com isso, encontrar exames preditivos para essas doenças acaba sendo uma das prioridades dos cientistas.

Hoje em dia, a maioria dos testes genéticos disponíveis no mercado destinam-se a detectar mutações nos genes BRCA1 e BRCA2, atuando de maneira predominantemente “diagnóstica” para o risco de desenvolvimento de câncer. Além disso, são realizados somente quando as pacientes já apresentam sintomas que levam à suspeita de câncer.

 

Conforme mergulhamos nos estudos sobre o câncer de mama e de ovários, que estão em constante evolução, é essencial compreender as dificuldades que as mulheres enfrentam quando se trata de combater as doenças efetivamente. Isso porque, recentemente, a OMS registrou mais de dois milhões de novos casos de câncer de mama no mundo, acompanhados por cerca de 684 mil mortes. As estatísticas também são alarmantes para o câncer de ovários, que atinge mais de 313 mil mulheres no mundo e leva, aproximadamente, 207 mil à mortalidade.

Atualmente, a cura do câncer acontece em 90% dos casos quando descoberto nos estágios iniciais. Por isso, é importante que a indústria invista em exames laboratoriais e genéticos capazes de prever os riscos de desenvolvimento da doença, evitando-se tratamentos invasivos como a rádio e a quimioterapia.

Para isso, o uso da genética pode servir para detectar alterações em vários genes além do BRCA1 e do BRCA2, garantindo, diferentemente dos exames convencionais, um protocolo preditivo e personalizado da doença.

O BrestCheck, por exemplo, é um teste genético, desenvolvido pelo laboratório da DF Medica, que identifica o risco de predisposição ao desenvolvimento de câncer de mama e de ovários em mulheres. Responsável por avaliar 26 genes específicos, como PALB2, CHEK2 e ATM, permite que os profissionais de saúde avaliem todos os riscos possíveis e iniciem protocolos de tratamento com base no perfil de cada paciente e na sua necessidade de frequência de consultas.

A detecção precoce de mutações em genes diferentes pode ser uma ferramenta vital na prevenção das doenças, porque, apesar de não impedir o seu desenvolvimento, ela acompanha toda a informação genética de uma paciente para identificar a origem das patologias e, assim, orientar as possibilidades de consultas e medicações.

Vale considerar que, diferentemente de qualquer outro exame genético, além de incluir o sequenciamento completo do gene para a confirmação da doença (normalmente feito à parte em outros testes), o BrestCheck não se limita apenas ao diagnóstico de risco de câncer. Ele também permite uma intervenção clínico-farmacológica por parte dos médicos, sendo capaz de identificar a resposta a medicamentos de cada genótipo do organismo e selecionar terapias personalizadas, com uma redução de efeitos reversos ou colaterais. Nessa abordagem, portanto, os profissionais da saúde têm opções de direcionar uma quimioterapia, por exemplo, com melhor desempenho e menor toxicidade para pacientes.

Enquanto a medicina de precisão continua a evoluir, o uso da genética, preditiva ou interventiva, torna-se um recurso valioso na prevenção e no tratamento como nunca antes visto, abrindo uma nova possibilidade de lutar contra o câncer de mama e de ovários e, finalmente, oferecendo às mulheres a esperança que elas merecem.

Continue lendo

Brasil

Jorge Aragão, Marina Lima, Rodrigo Amarante e muitos outros no festival MANGO

Publicado

em

Dia 02 de setembro será a data de celebrar a valorização da arte em meio à natureza. A primeira edição do MANGO vai acontecer no jardim ecológico Uaná Etê, em Sacra Família do Tinguá, cidade do interior do Rio de Janeiro, e vai reunir grandes nomes da MPB como Jorge Aragão, Marina Lima, Céu apresentando Baile Reggae, Rodrigo Amarante, Julia Mestre e Ana Frango Elétrico cantando de Björk a Jorge Ben. Serão mais de 14 horas de música a partir das 10h30 da manhã em dois palcos: um principal e um teatro acústico. 

“Será uma experiência musical rara e irreverente, que promove também assuntos atuais sobre sustentabilidade e transparência”, resume Rodrigo Tavares, CEO da MangoLab, que completa: “é uma imersão para o descobrimento de arte sonora. Teremos trabalhos autorais mais conhecidos, mas também novos talentos, além de evidenciar diferentes movimentos culturais da música brasileira em suas raízes”.

Na programação terá ainda shows especiais como Os Garotin, Nova Orquestra tocando Novos Baianos, Tunico convidando Joca & Luana Karoo, um DJ set da própria MangoLab com Lysia Vani, Gaspar Muniz & Facchinetti e muito mais.

Será a comemoração dos cinco anos da MangoLab, plataforma que atua como laboratório cultural e vitrine artística, e incentiva palcos alternativos – ao vivo e digitais – para aproximar artistas emergentes e nichados dos seus públicos existentes e potenciais. Os ingressos para o MANGO custam R$325 (segundo Lote) e podem ser adquiridos no link junto com o transfer. 

Data: 2 de setembro de 2023 (sábado)

Local: Jardim Ecológico Uaná Etê

Endereço: RJ-121, 2265 – Sacra Família do Tinguá, Eng. Paulo de Frontin – RJ

Informações e ingressos: https://linktr.ee/_mangolab | https://www.instagram.com/mangolaboficial/ 

Continue lendo

Brasil

Produtos de cabelo 100% veganos recuperam fios da atriz Priscila Camargo

Publicado

em

Transformação foi no Jazz, salão premium em São Paulo, com produtos Erik Kened

São Paulo, Agosto de 2023 – É possível uma transformação profunda nos fios e um tratamento intenso com produtos 100% veganos? A resposta é sim. À medida que a conscientização cresce, muitos desejam adotar uma abordagem de cuidado capilar que seja gentil com o planeta e os animais. No entanto, persistem dúvidas em relação à eficácia desses produtos, devido à crença na força dos produtos tradicionais e sua química

Para comprovar o efeito e a capacidade de ação dos veganos, a marca Erik Kened, referência na área e com um catálogo de mais de 132 produtos, e o salão Jazz, em São Paulo, receberam a atriz Priscila Camargo, conhecida por novelas da rede Globo como “Ti Ti Ti” e “Cama de Gato”. 

O profissional responsável pela transformação e escolha dos produtos foi Falks, cabeleireiro com mais de 30 anos de carreira e carteira de clientes estrelada. 

O tratamento

Foram três horas sob os cuidados do Falks. Priscila chegou com os fios secos, opacos e sensibilizados devido a coloração, precisando de hidratação profunda. Para isso, Falks utilizou os produtos da linha Matrix Repair da Erik Kened, que promovem uma reconstrução capilar que ocorre de dentro para fora, proporcionando os seguintes benefícios. 

Reconstrução de Dentro para Fora – Reconstrução dos fios desde a raiz até as pontas, o que resulta em uma restauração profunda que é mais do que apenas superficial. Os resultados são uma transformação duradoura que você pode sentir e ver.

Liberação Gradual de Ativos – Com a tecnologia avançada de liberação gradual, os ingredientes poderosos de reparação são entregues diretamente à fibra capilar ao longo de 30 dias. Isso proporciona um tratamento constante e eficaz, nutrindo e fortalecendo seus cabelos de forma contínua.

Reconstrução profunda –  O tratamento de dentro para fora permite que a reconstrução penetre nas camadas mais profundas dos fios. A estrutura capilar danificada é restaurada, fortalecida e revitalizada de maneira eficaz e notável.

Resultados Duradouros – Com a liberação gradual de ativos, os resultados não são temporários. Mesmo após várias lavagens, a transformação capilar permanece, deixando seus cabelos saudáveis, sedosos e radiantes.

Brilho e Maciez Intensificados – Além da reparação da estrutura interna dos fios, a linha Matrix Repair oferece um bônus adicional: um brilho deslumbrante e uma maciez irresistível, proporcionando uma aparência luxuosa e toque suave aos seus cabelos

“Todos os nossos produtos são feitos com ativos naturais, óleos essenciais, óleos vegetais e orgânicos, prensados a frio. Com nanotecnologia que permite os ativos penetram nas camadas mais profundas do cabelo potencializando os efeitos. Por se tratar de um produto cosmecêutico o tratamento é feito desde o couro cabeludo até a haste capilar” afirma Erik Kened.

“Tive a sensação de estar em um dia de estrela. Fui recebida por profissionais que passam segurança com conhecimento abrangente, escolheram os produtos que se adequam ao meu tipo de cabelo e já noto diferença no toque, sedosidade e maciez.” diz a atriz Priscila Camargo, com os fios renovados.

Sobre o Jazz Hair

Localizado nos Jardins, em São Paulo, o Jazz Hair foi inaugurado em 2022, criado pelo casal de empreendedores Nando Prata e Maria Carolina Prata. Um dos pilares do salão é prezar por um bom atendimento, em que os clientes se sintam em casa. A proposta do Jazz é de ser um lugar para todos os públicos, um ambiente acolhedor com linguagem sofisticada e sustentável. 

Endereço: Rua Haddock Lobo,  684

Instagram: jazzconcepthair

Sobre a Erik Kened

A Erik Kened Professional está no mercado há mais de três anos e nasceu como a realização de um sonho. O fascínio por cosméticos e perfumes exuberantes levou o engenheiro químico Erik Kened a buscar um propósito maior de proporcionar experiências únicas em cuidados com os cabelos e fragrâncias especiais. Após duas décadas de pesquisas, estudo e dedicação, foi possível conhecer as necessidades de cada tipo de cabelo e elaborar um planejamento de produção conduzido por normas que garantem o alto padrão de qualidade.

Continue lendo

Celebridades

Donato no Relato lança DVD com 7 músicas inéditas dentro do estilo Love Song

Publicado

em

“Donato em Relatos de Amor” marca nova fase do cantor goiano que investe suas rimas em um trabalho que fala de amores e desamores, sem perder o bit da rima

O rapper Donato no Relato lança seu primeiro DVD, intitulado “Donato em Relatos de Amor”, na próxima terça-feira (8/08). Esse novo trabalho promete levar seus fãs a uma jornada romântica e surpreendente, que marca uma nova fase de sua carreira, em que investe em contar histórias que fisgam os corações. Com 7 músicas inéditas e um feeat, o artista sente que é hora de dar um passo adiante em sua trajetória, impulsionado pelo reconhecimento de seu trabalho independente nos últimos três anos. As canções estarão disponíveis nos streamings de música e DVD no canal do Youtube.

Em Donato em Relatos de Amor, o cantor inovou na estética comum na cultura da música de periferia em busca de um novo patamar de visual. O resultado promete surpreender os fãs e proporcionar uma experiência singular aos amantes do rap. “Se tem um tema que agrada a maioria das pessoas, é o amor. Meu desejo é que as letras toquem as emoções de todas as formas”, conta antecipa Donato.

Entre as gravações que poderão ser conferidas estão as músicas “Amor ou Desejo”, “Amor Idiota”, “Obsessão Perigosa”, “Viver é Melhor que Sonhar”, “Modo Avião”, “A Dama e o Vagabundo” e o feet com a cantora Taysa “Porque tem que ser assim”.

Uma das novidades que Donato destaca é a ousada participação de um saxofonista na produção de um DVD de rap “O instrumento entrega uma emoção diferente nas melodias”, defende ao destacar a talentosa equipe envolvida na produção.

Foto: Crédito: Marcel Bianchi

Continue lendo

Ciência

Alerta: Jovens atletas também são sujeitos a problemas cardíacos

Publicado

em

Esporte é uma das formas de manter vida saudável, mas não um atestado de imunidade

Um alerta que tem como origem o impacto dos flagrantes de mal súbito envolvendo atletas pelo mundo afora. Apesar de ser uma forma de adquirir e preservar a saúde, o esporte – assim como a juventude – não é um atestado de imunidade aos riscos cardíacos.

Uma vida ativa, com prática frequentes de exercícios físicos, é um dos fatores de proteção contra a doença, principalmente quando se refere a doenças cardíacas.

Apesar de ser fortemente recomendado pelos médicos, o check-up regular não tem o poder de prever e evitar 100% dos eventos cardiovasculares, mesmo naqueles esportistas que mantém uma rotina pesada de treinos e acompanhamento médico rigoroso.

Dr. Heron Rached, médico cardiologista, ressalta que existem algumas condições que podem levar à morte súbita, além do infarto do miocárdio, durante as atividades em jovens aparentemente saudáveis.

Dr. Heron Rached - Crédito da Foto: Acervo Pessoal
Dr. Heron Rached – Crédito da Foto: Acervo Pessoal

O infarto agudo do miocárdio tendo a doença aterosclerótica – depósito de gordura no interior das artérias – em pacientes abaixo de 45 anos é mais frequente naqueles grupos onde o diabetes, colesterol alto, obesidade, hipertensão arterial e tabagismo estão presentes. Entretanto, alguns pacientes nascem com má formação congênita das coronárias e quando são submetidos às atividades físicas extremamente extenuantes, essas artérias coronárias sofrem compressão extrínseca de outras artérias levando a interrupção na passagem de sangue para o músculo do coração podendo ser outra causa de infarto do miocárdio ou morte súbita. Mas quando se fala de morte súbita não podemos esquecer das arritmias e, também, as cardiomiopatias que são doenças que acometem diretamente o músculo do coração.

O esforço além do limite do corpo também pode ser prejudicial mesmo quando o jovem é aparentemente saudável. O coração é um músculo e como qualquer outro músculo do corpo também sofre com excesso de carga.

“O atleta geralmente trabalha em nível máximo, com a adrenalina extremamente elevada, e essa substância pode ser responsável por espasmos das artérias coronárias ou arritmias causando o infarto e até mesmo a morte súbita, afirma Dr Rached.

Durante a pandemia por covid 19 observamos o aumento na incidência de infarto do miocárdio em todas as faixas etárias, sobretudo na faixa mais jovens.

Dr. Heron Rached - Crédito da Foto: Acervo Pessoal
Dr. Heron Rached – Crédito da Foto: Acervo Pessoal

Segundo dados do Ministério da Saúde, no Brasil, a cada dois minutos morre uma pessoa devido a uma enfermidade cardiovascular. A situação se agrava, pois, poucas pessoas sabem reconhecer os sintomas de um infarto – cerca de 2% dos brasileiros. Estilo de vida, sedentarismo, tabagismo, estresse, hipertensão arterial e diabetes formam o pacote dos principais fatores causadores da doença.

Dores e sensação de aperto no peito, falta de ar, fadiga e náusea. Esses e outros sintomas, de acordo com Dr. Heron, são fortes indicações de que uma pessoa pode estar sofrendo de infarto. Mas cerca de metade deles são silenciosos, ou seja, não apresentam qualquer sinal.

Pessoas que apresentam histórico familiar ou fatores de risco devem visitar o médico mais cedo”, recomenda Dr. Rached que aproveita para deixas algumas dicas :

* Pratique atividade física * Dê mais atenção às suas necessidades pessoais * Evite o estresse no trabalho * Alimente-se com calma * Mantenha os índices de colesterol e a pressão arterial sob controle * Abandone hábitos prejudiciais, como excesso de bebidas alcoólicas e cigarro.

Dr. Heron Rached - Crédito da Foto: Acervo Pessoal

Heron Rhydan Saad Rached é médico Cardiologista e Radiologista, com doutorado pela USP – Universidade de São Paulo e 32 anos de atuação na área.

DR. HERON RACHED – CARDIOLOGISTA

Heron Rhydan Saad Rached é médico, tem 32 anos de exercício profissional na área de Cardiologia.  Nasceu em 1965 na cidade de Campina Grande, na Paraíba, tendo cursado Medicina na Universidade Federal da Paraíba, em João Pessoa, concluindo o seu curso em 1990. Posteriormente, com o objetivo de complementar sua formação médica num centro maior, mudou-se para a cidade de São Paulo, onde está radicado desde 1993.  Em São Paulo, fez inicialmente a residência médica na área de Cardiologia no hospital da Real e Benemérita Sociedade Portuguesa de Beneficência. Aprofundando seus conhecimentos na Cardiologia, absorveu sua especialização em ecocardiografia e ressonância magnética cardiovascular, no instituto do Coração da Faculdade de Medicina da USP (Incor-FMUSP), onde também realizou o doutorado. Expandiu sua formação no exterior com um estágio em ecocardiografia na Universidade do Alabama em Birmingham nos Estados Unidos da América.

Seu espectro de atuação na Cardiologia é amplo e vai desde o atendimento direto do paciente em sua renomada clínica privada à sua contribuição com desenvolvimento da saúde na cidade de São Paulo, tendo implementado um modelo de verticalização da saúde suplementar que facilita o acesso à saúde a grande parte da população paulistana. Implantou na capital paulista o primeiro modelo de «homecare» (cuidado domiciliar) para pacientes de alta complexidade.

No plano administrative foi coordenador do setor de Cardiologia do grupo Prevent Senior (1997-2009) e atualmente é coordenador do núcleo de Cardiologia e Pneumologia dos Hospitais Leforte, função que exerce desde 2011. Tem atuado na área de pesquisa e produção científica, sendo editor e co- autor de 3 livros na área de cardio-oncologia, autor e co-autor de diversas publicações científicas nacionais e internacionais, e participante ativo em congressos de cardiologia, não apenas no Brasil como no exterior. Nos últimos anos tem-se dedicado ao estudo do envelhecimento populacional em busca de um modelo que promova o equilíbrio sustentável de saúde e bem-estar da população idosa.

Sua contribuição para o desenvolvimento da saúde na cidade de São Paulo é valiosa, o que justificou o decreto legislativo do vereador Adilson Amadeu, no sentido de conferir ao Dr. Heron Rached o título honorífico de Cidadão Paulistano, o que se dará em uma sessão solene a ser realizada na Câmara Municipal de São Paulo no dia 12 de Agosto de 2022. Essa merecida homenagem enche de alegria e orgulho o coração dos paraibanos, especialmente dos campinenses por se sentirem representados na Cardiologia de São Paulo.

Dr. Heron Rached - Crédito da Foto: Acervo Pessoal
Dr. Heron Rached – Crédito da Foto: Acervo Pessoal
Dr. Heron Rached - Crédito da Foto: Acervo Pessoal
Dr. Heron Rached – Crédito da Foto: Acervo Pessoal
Continue lendo

Ciência

Como enfrentar o ciclo vicioso da água equilibrando necessidades humanas e limitações do ecossistema?

Publicado

em

Debate em São Paulo reuniu autoridades na área de recursos hídricos para falar sobre panorama brasileiro e medidas adotadas na Conferência da Água, promovida pela ONU

Todos já ouvimos ao menos uma vez que água é o bem mais precioso para a vida. No entanto, fatores como poluição, mudanças climáticas e desperdício vêm reduzindo nossas reservas. Para se ter uma ideia, o Brasil concentra nada menos do que 12% dos recursos hídricos do planeta, mas um levantamento feito pelo MapBiomas mostra que as superfícies de água do país diminuíram 15% entre 1990 e 2020.

Com o objetivo de jogar luz sobre os principais desafios em torno deste tema cada vez mais urgente, a TyQuant, sistema de inteligência aplicada para a proteção e monitoramento de recursos hídricos, promoveu o debate “Como enfrentar o ciclo vicioso da água: escassez e abundância”. O evento, realizado em São Paulo, reuniu uma série de especialistas para discutir o panorama brasileiro e as principais medidas adotadas durante a Conferência da Água, realizada pela ONU no final de março.

Dentre as personalidades que marcaram presença no encontro estava Ricardo Young. Em sua fala, o empresário, ambientalista, sócio-diretor da CT&I e conselheiro da Synergia, apontou as diferentes visões existentes sobre a água. Para ele, a sociedade civil a vê como direito. Os povos originários, como sagrada. As empresas, como mercadoria. O agronegócio, como insumo. Os governos, como obrigação e risco político. “A água é a essência da vida e a base de um ecossistema pleno, saudável e de uma sociedade sustentável. Assim, esse é um tema que só pode ser tratado de forma holística, integrada e planetária”, revela.

Para Young, as questões em torno da sua preservação trazem uma série de desafios e peculiaridades. “Ao contrário do carbono, que é passível de regulação em suas emissões nacionais, a água desafia os conceitos estruturais de soberania. É um bem comum cuja dinâmica não obedece a fronteiras nem a métricas convencionais. Necessitamos reconhecer a urgência de buscar uma economia regenerativa para que a água, na sua escassez ou abundância, não se torne mais um terror a assolar a humanidade”, alerta.

Segundo Rinaldo Calheiros, engenheiro agronômico, doutor em Irrigação e Drenagem e criador da solução TyQuant, a única maneira de combater a escassez iminente é apostar em soluções baseadas na natureza. Ou seja, que representem um passo definitivo rumo à sustentabilidade.

“Desde as mais antigas civilizações, procuramos resolver os problemas combatendo os efeitos e não as causas. Constroem-se represas, faz-se transposições de rios, constroem-se piscinões. Mas na realidade são ações sobre os sintomas, e chega um momento em que a natureza não consegue mais cobrir a degradação causada por nós. Temos de buscar uma equiparação entre as necessidades humanas e as limitações do ecossistema”, explica.

O desafio de engajar

Na visão de Dal Marcondes, diretor executivo do Instituto Envolverde e presidente da Rede Brasileira de Jornalismo Ambiental, a humanidade se habituou a ter uma relação mágica com a água. Por isso, ele acredita que o maior problema hoje não é de conhecimento ou tecnologia, mas sim de engajamento.

“Passamos os últimos 300 anos transformando a água em uma mercadoria. Qualquer pessoa da classe média para cima abre uma torneira e a água está lá. Aperta um botão e seu esgoto desaparece, coloca os resíduos em um saquinho e ele some. Precisamos nos conscientizar do que acontece antes e depois disso”, diz.

Doutora em Ciências da Engenharia Ambiental e assessora do Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais (IPEF), Maria José Brito Zakia concorda com a visão de que o uso da água está no “piloto automático” pela nossa sociedade. Para a especialista, a saída passa por um conjunto de medidas a serem adotadas em diferentes níveis.

“Não existe uma resposta única. São soluções compartilhadas que trarão algum resultado. Temos que assumir nossas responsabilidades onde atuamos e parar de buscar o culpado: é o governo, é o mercado, é a diretoria, é esse ou aquele. Chega de criar seres abstratos para tirar o foco de nós mesmos. Está na nossa mão!”, argumenta.

Nesse sentido, Simone Tenório, pesquisadora do Instituto de Pesquisas Ecológica Ipê e integrante do Projeto Semeando Água, desenvolvido no Sistema Cantareira, defende a necessidade de trabalhar temas como economia regenerativa em todas as instâncias, desde os escalões governamentais até a sociedade civil e o produtor rural.

“Dentro do projeto Semeando Água, há estratégias integradas em que fomentamos escolas climáticas junto às instituições municipais de ensino. Trabalhamos a parte de pesquisa para fundamentar essas ações, pois projetos de conservação são lições de longo prazo. Assim, nos embasamos em resultados científicos para dar andamento ao que é preciso fazer na prática”, exemplifica.

Importância das políticas públicas

O desastre recente na região de São Sebastião, litoral de São Paulo, também foi lembrado ao longo do debate. O biólogo Edson Lobato, que atua como consultor e gestor ambiental do Instituto Conservação Costeira, afirmou que um evento extremo como esse é resultado de uma série de alterações e transformações na região.

“O litoral norte de São Paulo foi a região que mais cresceu no estado em termos demográficos. Entre 2000 e 2010, o número de pessoas nessas áreas saltou 765%, e o de favelas se ampliou em 882%. Em paralelo a isso, percebemos que os corpos da água têm cada vez menos recursos, gerando conflitos sociais que culminam até em mortes pela disputa da água”, resume.

Jornalista especializada em políticas públicas e gestão de recursos hídricos, Malu Ribeiro destacou os esforços para se avançar com a legislação do setor do Brasil. Diretora da Fundação SOS Mata Atlântica, ela espera que o país aprove o quanto antes a PEC número 6, que coloca o acesso à água limpa e tratada como direito fundamental. O projeto já passou pelo Senado em 2022, mas ainda aguarda apreciação na Câmara.

“Precisamos das florestas para proteger nossas nascentes e minimizar os impactos climáticos. Dos 17 estados da Mata Atlântica, chegamos ao desmatamento zero em 11 deles no passado recente. Então é possível, não é uma meta intangível”, encerra.

Continue lendo

Ciência

Arquitetura para restaurantes: como o projeto influencia na satisfação dos clientes

Publicado

em

Empreendimentos como o da chef Dayse Paparoto, do Masterchef, exploram iluminação e cores para criar ambientes ambientes aconchegantes

“A primeira impressão é a que fica”. Esse conhecido e já antigo ditado representa muito bem a relação dos restaurantes com o público, uma vez que não só um bom atendimento pode fidelizar clientes, como a arquitetura aplicada à fachada e em outros ambientes podem atraí-los. A contratação de um arquiteto e a escolha de projetos demandam certos cuidados, pois os clientes não desejam apenas consumir, mas viver experiências. Por isso, não basta apenas ter um ótimo cardápio, mas um ambiente aconchegante e que desperte emoções. “Diversos fatores precisam ser levados em consideração, como as cores, luzes, presença da natureza e iluminação. E, neste sentido, a experiência do arquiteto faz a diferença”, explica Nathalia Hartung, Head do Archathon, plataforma de contratação de arquitetos via concorrências digitais de projetos de arquitetura e design de interiores.

A funcionalidade de todos os espaços, do salão à cozinha, é primordial, mas um projeto desse tipo jamais deve excluir o conceito de cada estabelecimento, a culinária a ser trabalhada ali e, principalmente, a conexão das pessoas com o lugar. Segundo a arquiteta e urbanista Natália Ferian, fundadora da NeoGourmet Arquitetura, empresa especializada em soluções profissionais e inovadoras para o setor de food service, alguns critérios seguem um padrão para qualquer estabelecimento, como a distribuição do espaço – normalmente dedicando um terço do local à área da cozinha – e no caso da acústica, que é idealizada para que sons e ruídos não incomodem casas e espaços vizinhos.

Ela ressalta, porém, que outros aspectos de um projeto devem considerar, além da proposta culinária, a maneira como os clientes vão interagir com os elementos que compõem o local, especialmente quando relacionado a uma cultura específica.

“Quem vai a um bistrô francês, por exemplo, já espera um ambiente mais tranquilo, com luz baixa. Já uma cantina italiana tradicional deve apresentar um determinado tipo de enxoval e decorações que remetem às origens desta culinária, enquanto um restaurante italiano que se propõe a ser mais moderno pode explorar outros elementos que fogem do tradicional, mesmo que o cardápio seja parecido”, ilustra Natália.

Auxílio tecnológico
Com tantas variáveis a serem consideradas, é comum que empreendedores do setor de food service recorram às inovações tecnológicas voltadas à arquitetura para que nenhum detalhe fique de fora dos projetos. No final de 2022, a chef de cozinha Dayse Paparoto, vencedora da primeira edição profissional do reality show MasterChef, da TV Bandeirantes, inaugurou o “Paparoto Cucina”. Localizado na cidade de São Paulo e especializado em culinária italiana, o local foi projetado, construído e decorado com referências à província de Treviso, nordeste da Itália. A chef recorreu à plataforma Archathon, que otimiza a contratação de arquitetos e designers de interiores por meio de concursos e ferramentas de gestão.

“Achei a forma de escolher os projetos muito surpreendente, pois você não fica amarrado a só uma visão. E a experiência de ver vários estilos de arquitetura ao mesmo tempo foi incrível. Não tive dúvidas de qual escolher. Fora que o processo foi muito ágil”, afirma Dayse Paparoto.

O projeto foi realizado pelo escritório de arquitetura Ultra, de Porto Alegre (RS). Arthur Lauxen assinou o trabalho com as também arquitetas sócias Beatriz Matte e Bruna Feltes e, segundo ele, as referências à região homenageada se tornaram ideais para atender o principal pedido da chef: promover a união e fraternidade após um longo período de isolamento.

“Desde tapetes, mobiliário com ares de casas da região até a iluminação indireta, buscamos traduzir um pouco do aconchego de Treviso para uma cidade cosmopolita como São Paulo. Os destaques são as referências aos tradicionais arcos de pontes e outras construções presentes na região que inspirou o projeto”, explica o arquiteto.

Neuroarquiteura

Dentro da arquitetura, há a aplicação da neurociência para criar cenários capazes de intensificar emoções nas pessoas é bastante explorada. É a chamada Neuroarquitetura, que através de pressupostos científicos, se utiliza de ferramentas como plantas em locais internos, diminuição de ruídos externos no ambiente e a utilização da psicologia das cores.

De acordo com Natália Ferian, é comum o uso desse conceito para estimular sensações como relaxamento, conforto e calma em espaços tanto residenciais quanto comerciais. Mas no caso dos restaurantes, até mesmo o apetite do cliente pode ser instigado.

“Algumas cores como vermelho e amarelo são conhecidas por promover a sensação de fome, por se tratar de cores mais quentes que criam um desejo por urgência e abrem o apetite. Entretanto essa aplicação também varia de acordo com cada projeto, após a definição de como será a identidade visual, para aí sim definirmos pontos estratégicos e quais cores primárias e secundárias serão utilizadas”, explica a arquiteta.

Continue lendo

Celebridades

Julia Svacinna lança a faixa “Sem Tempo para Amar”, inspirada em Billie Elish

Publicado

em

“Sem Tempo Para Amar” fará parte do primeiro EP de Julia, que leva o nome da faixa, e que será lançado no primeiro semestre deste ano

A cantora, compositora e atriz Julia Svacinna comemora, nesta quinta-feira (26), o lançamento de seu mais novo single, “Sem Tempo Para Amar”, que já está disponível em todas as plataformas digitais. A faixa chega acompanhada de um visualizer, que já pode ser assistido no canal oficial de Julia no YouTube.

Escrita por Julia, “Sem Tempo Para Amar” é uma faixa pop romântica, com refrão marcante, e que evidencia os vocais poderosos desta artista de 18 anos que já vem lançando trabalhos autorais na música desde 2020 e já tem em seu currículo releituras de canções conhecidas em trilhas sonoras de filmes e séries como “Maldivas” e “Um Natal Cheio de Graça”, da Netflix.

“O conceito desta nova música veio todo a partir de ‘No Time to Die’, single que a Billie Eilish compôs para a trilha de ‘007 Sem Tempo Para Morrer’”, explica Julia. “Como uma referência a esse filme, por conta de motivos aleatórios (risos), eu quis compor uma canção com o título ‘Sem Tempo Para Amar’. Eu achei a ideia de ‘não ter tempo para amar’ sem sentido, bem como a de ‘não ter tempo para morrer’, e quis explorar isso. Na minha cabeça, era a forma de expressar uma ocupação mental que as pessoas têm que não é real. Qual é o sentido disso?”, ela questiona.

Ouça “Sem Tempo Para Amar” em todas as plataformas digitais

O novo single foi mixado por Daniel Musy, ganhador do Latin Grammy e colaborador de grandes nomes como Milton Nascimento e Natiruts e masterizado por André Dias, também nomeado ao Latin Grammy e Emmy Awards.

Compositora da Warner Chappell desde o ano passado, Julia lançará o seu primeiro EP no primeiro semestre deste ano. O trabalho leva o nome da nova faixa de trabalho e também contará com o sucesso “Bipolar”, lançado recentemente. Antes de “Sem Tempo Para Amar”, Julia lançou em todas as plataformas digitais uma regravação de “No Surprises”, clássico de 1997 da banda Radiohead, que faz parte da trilha sonora do filme “Um Natal Cheio de Graça”, da Netflix.

Sobre Julia Svacinna:

Cantora, compositora e atriz, Julia Svacinna compõe desde os 12 anos de idade. Como artista, Julia completou em 2022, 10 anos de carreira, com mais de 20 trabalhos profissionais entre filmes, novelas e séries. Carioca, capricorniana é influenciada por Taylor Swift e Ed Sheeran, Julia acredita que a música é a melhor maneira de expressar e entender o que sente. Anteriormente, lançou 4 singles em português, sendo o mais recente “Bipolar”, que fará parte do seu primeiro EP.

Também tem 2 singles em inglês: “Everyday”, que retrata um pouco os sentimentos que muitos tiveram na pandemia e “Rollercoaster”, uma música que fala sobre a montanha-russa de sentimentos que é a vida em todas as suas fases. Julia também fez parte de trilhas sonoras de filmes e séries com versões de músicas já conhecidas, como em “Maldivas” (Netflix), onde cantou as músicas “You don’t own me” e “Barbie Girl”, e em “Um Natal Cheio de Graça” (também da Netflix) cantando “No Surprises” do Radiohead. O seu EP de inéditas, “Sem Tempo Para Amar”, será lançado ainda no primeiro semestre de 2023.

CONFIRA A LETRA DE “SEM TEMPO PARA AMAR”

Escrita por Julia Svacinna

Foi muito tempo para chegar aqui

Um acaso por acaso

Eu tive que rir

Mas quando eu te olhei eu já sabia

Não dá pra esconder tanta sintonia

Eu tô sem tempo pra amar você

Mas tenho todo tempo pra te ter

Eu não posso me apaixonar

Apesar de tanto te querer

Eu tô sem tempo pra amar

E tanta coisa já aconteceu

O destino complicado nos entreteu

Em uma história tão bonita q eu não sei contar

Em uma história de amor onde eu não sei amar

Eu tô sem tempo pra amar você

Mas tenho todo tempo pra te ter

Eu não posso me apaixonar

Apesar de tanto te querer

Eu tô sem tempo pra amar

Em pensamentos eu me perdi

Queria muito mesmo q não fosse nada

Mas a pior parte foi que prometi

Que por você não me apaixonava

Eu tô sem tempo para amar você

Mas tenho todo tempo pra… te ter

Só tenho tempo pra amar você

E tenho todo tempo pra te ter

Eu não qria me apaixonar

Juro por tudo que foi sem querer

Só tenho tempo pra amar

Só tenho tempo pra amar

Só tenho tempo pra amar você

Ouça Julia Svacinna nas plataformas digitais

Spotify 

YouTube

Redes Sociais Julia Svacinna

Instagram

TikTok

Twitter

Continue lendo

Celebridades

A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com pedido de medida cautelar na Justiça Federal do DF para o bloqueio de 6,5 milhões.

Publicado

em

A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com pedido de medida cautelar na Justiça Federal do DF para o bloqueio de 6,5 milhões.

 

A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com pedido de medida cautelar na Justiça Federal do DF para o bloqueio de 6,5 milhões de reais em bens de 52 pessoas e sete empresas ligadas aos atos último domingo, 8, em Brasília.

 

 

Atos em Brasília: AGU pede bloqueio de R$ 6,5 milhões de 52 pessoas e 7 empresas.

De acordo com a AGU, o objetivo é fazer que quantia seja usada para reparar os danos provocados pela depredação generalizada nas sedes dos três poderes.

 

 

Nesta primeiro momento, os alvos são pessoas e empresas que contrataram ônibus para levar militantes aos atos em Brasília.

A AGU poderá pedir a ampliação do valor a ser bloqueado na medida em que a contabilização dos prejuízos, que ainda não foi concluída.

 

 

Continue lendo

Brasil

Detox: como iniciar o ano com o pé direito

Publicado

em

Especialista explica como beber de forma segura

Ano novo, verão, férias, são os principais fatores para buscar o corpo esbelto. Os shots detox, que são pequenas doses concentradas de nutrientes e que são sucesso nessa época do ano, ajudam na melhora da imunidade, fazendo com que o corpo elimine toxinas, e principalmente, possuem ações anti-inflamatórias que ajudarão na digestão.

“Ao iniciar um protocolo detox é normal que o seu organismo reconheça as mudanças e “estranhe”, reagindo com alguns efeitos colaterais da desintoxicação, como dores de cabeça, reações intestinais etc. Para evitar esse desconforto, podemos garantir um processo detox mais seguro”, explica a infectologista Flavia Cohen.
A especialista aconselha para quem buscar aderir ao método no seu dia a dia que comece de forma gradual, introduzindo na sua rotina os alimentos que irão cumprir com a desintoxicação, já que às vezes o desconforto causado se dá pela insistência e grave impacto da nova dieta. Com isso, não esqueça de se manter hidratado para auxiliar no processo eliminatório das toxinas.

“Não esqueça de cumprir com o protocolo para a saúde mental e física, inclusive. O processo de “limpeza” é importante para cenários da mente e corpo: faça exercícios físicos, gerencie o estresse, pratique a respiração intensa e profunda etc”, pontua.

Flavia indica também testar o jejum intermitente, normalmente feito com 16 horas seguidas sem consumo de alimentos sólidos, para proporcionar a desintoxicação do corpo, essa dieta melhora da imunidade, disposição e funções mentais, além de contribuir para a desintoxicação do organismo num todo.

Para quem não consegue ingerir os shots detox, a infectologista indica os que podem ser injetáveis, garantindo um efeito mais profundo e duradouro, além de corrigir as alterações do metabolismo. “Entre esses suplementos, os principais são: Coenzima Q10, diminui o dano celular causado por radicais livres; Ácido Alfa Lipoico, reduz a inflamação e o envelhecimento da pele; NAC, defesa contra radicais livres e danos hepáticos e PQQ, 5x mais potente que a Vitamina C”, finaliza Flavia.

Continue lendo

Celebridades

Exposição ao sol vem causando danos como inchaços e manchas após realizar harmonização orofacial, alerta Dra Julia Bonette.

Publicado

em

Sabe-se que o uso do AH para tratamentos estéticos, como harmonização orofacial, está em crescimento nos últimos anos. Apesar de ser considerado seguro e eficaz por sua biocompatibilidade, deve-se atentar para os riscos e as possíveis complicações, precoces e tardias. (HABRE et al., 2016).

Cada preenchimento envolve algum grau de risco. Assim, os eventos adversos mais frequentes e significativos devem ser discutidos antes do procedimento para que os pacientes não encarem eventos adversos comuns como complicações. Por exemplo, hematomas, dor, edema, eritema, marcas de agulha e assimetria são eventos comuns a qualquer tipo de procedimento que envolva uma injeção. (ABLON, 2016).

As sequelas precoces são comuns e possuem natureza técnica ou inflamatória. Eritema, edema e hematomas são comuns e mais frequentes em preenchimentos mais superficiais.

Por isso, é de suma importância o profissional conversar antes do procedimento com seu paciente sobre as orientações e recomendações pós aplicação para que não se agrave para eventos adversos.

Evitar a exposição solar é uma recomendação de suma importância, logo após a realização do preenchimento facial com ácido hialurônico, e deve ser evitada ao máximo, pois os raios solares favorecem o surgimento de manchas nos pontos avermelhados ou arroxeados da pele. Passadas seis horas do procedimento, o uso do filtro solar deve ser um cuidado diário, inclusive durante a permanência em lugares fechados, como o escritório ou o shopping.

Lembre-se de escolher um produto adequado para o seu tipo de pele e com um fator de proteção elevado.

E também, nas semanas depois do procedimento, o ideal é evitar expor o corpo a temperaturas extremas, pois o calor e o frio em excesso podem interferir no processo de absorção do edema e manter o rosto inchado por mais tempo. Por isso, procure manter os cômodos bem ventilados e, caso não seja possível eliminar a exposição ao ar-condicionado no trabalho, mantenha a temperatura ambiente.

Nesses casos de exposição solar e altas temperaturas faz com que ocorra a hipercromia dos hematomas e a dificuldade em desinchar após o procedimento, por isso quando você pensar em realizar o tratamento deve se atentar aos prazos de recuperação pós procedimento devido aos possíveis efeitos adversos. Então, se você quer aproveitar o verão ou tem uma festa de casamento, por exemplo, o aconselhável sempre será fazer o procedimento com 30 a 45 dias antes da data estimada do compromisso.

Continue lendo

Celebridades

Lucas Trigueiro: conheça quem está por trás do maior Ecossistema da Nova Economia no Brasil

Publicado

em

Lucas tem 34 anos, nascido na zona leste de São José dos Campos, interior de São Paulo, filho de um casal de paraibanos. Estudou em colégio público e desde muito novo entendeu a importância de se comunicar bem. Em meio à simplicidade e dureza da periferia, Lucas Trigueiro, ainda jovem, entendeu o poder da comunicação assertiva, que era capaz de atingir cada pessoa em sua singularidade. Desde criança sempre foi um sonhador: imaginava, desejava, criava. Só não sabia que seria um caminho desafiador para poder realizar todos esses sonhos.
Trigueiro e Célio Antunes (Grupo Educacional Impacta Tecnologia)
Tem o sonhador e o fazedor” Todas as pessoas começam com um emprego, adotam uma profissão, perseguem uma carreira, e com tempo encontram uma vocação, assumindo uma missão definitiva que os levará a uma vida plena de realizações. Para Lucas, encontrar a missão é uma sequência de perdas e ganhos, erros e acertos, um processo de aprendizagem constante. Apesar desse desafio, Lucas sempre                                                     manteve sua resiliência e buscou ter foco no aprendizado e amadurecimento. Aos 28 anos, já era empreendedor, administrador e especialista  em construir alianças estratégicas, e estava participando de fusões e aquisições pelo grupo Euro Brasil Invest com transações no patamar de 250 milhões.
Trigueiro e Ademar Lins de Albuquerque (Ex Presidente Banco Barclays)
Quais as maiores estratégias já realizadas? “Saber se comunicar e saber se relacionar são as duas vias condutoras para o sucesso” R- Saber se comunicar, em todos os aspectos- desde um gesto, um comportamento, uma fala, o tom de voz- é saber se relacionar. As relações para mim são muito mais baseadas na semeadura do que na caça.
Trigueiro e Sr Santos (Santos Stones)
Por quê? R- Quando eu penso que a relação é uma caça, eu vejo o outro como uma presa e me comporto como um leão. Então, o que o leão faz? Com fome, ele mata a presa, se alimenta, e não tem como repetir aquele alimento, ou seja, terá que procurar uma nova caça. Na semeadura, por outro lado, você aduba, e quando o fruto nasce, aí você vai lá e se alimenta. Qual a diferença da semeadura e da caça, então? O terreno do relacionamento baseado na semeadura frutifica nas próximas estações e a gente consegue se alimentar novamente. Sendo assim, eu entendo que as relações são baseadas na semeadura. Quando eu vendo algo, ou oferto algo para uma pessoa, essa pessoa consegue “se alimentar” novamente, isto é, fazer outros negócios comigo. Eu acredito que nas relações eu não sou o caçador, eu sou o semeador.
Trigueiro e Paulo Zancaneli (Zancaneli Advogados Associados)
Manda quem pode e obedece quem tem juízo.” Se essa é a frase que vem à mente quando se pensa em liderança, então quem pensou isso está ultrapassado. Chegou a hora de virar a página e entender que até os líderes precisam se adaptar às mudanças da Nova Economia. O lucro e dinheiro já não são os únicos indicadores para o sucesso, sejam para carreiras ou organizações. Para ser um empresário de sucesso, a fórmula é entender que existe sabedoria na multidão de conselhos. Além disso, para liderar a casa, é necessário prezar muito as relações, isto é, ser um bom ouvinte, trazer bons conselhos, entender o valor das palavras e ser prudente no que se entrega aos outros. “Para liderar muitas pessoas, é preciso ter um coração de servo”. A gente precisa pensar no próximo de verdade mesmo, do fundo do coração, entendendo o que é melhor para a pessoa. Eu costumo dizer que nas minhas mãos eu não carrego pérolas, mas sementes. Então quanto mais eu distribuo, quanto mais eu dou, quanto mais eu entrego, mais frutos voltam. Para ser um bom líder é preciso descobrir um propósito que motive a construção de uma carreira ou de um negócio, uma causa maior para que elas existam. Servir os outros é essa causa. Quem quer ser um empresário de sucesso tem que saber servir, saber ouvir, e acima de tudo, saber o peso de uma palavra. A credibilidade a médio e longo prazo é aquilo que separa o joio do trigo. Com o avanço das tecnologias digitais, novas possibilidades e desafios surgem para diferentes setores do mercado e Lucas vem falar sobre a Nova Economia.
Paul Houy (Ex CFO do Carrefour Brasil) e Rubinho Caporal (+50 anos atuando com importação e exportação para o Varejo.)
O que é a Nova Economia? R– É uma tendência que representa, na verdade, uma quebra de paradigmas em relação a diversas premissas que serviram como base para as empresas até o final do século 20. A Nova Economia foca em quem aplica mais o conhecimento, enquanto  a tradicional atua sobre hierarquia na ideia de “quem manda mais”. “Na Nova Economia, erra-se rápido para aprender rápido e evoluir” A Nova Economia não busca um líder, ela é focada em propósito. Antigamente o crescimento era linear e o mercado tradicional buscava ficar longe dos problemas coletivos. Hoje, o mercado é exponencial, e a Nova Economia entende que quando há um problema, há solução, e ele pode ser escalável. Uma grande característica da Nova Economia são as mudanças constantes impulsionadas pelos avanços tecnológicos, que estão em desenvolvimento constante. Com isso, as organizações precisam inovar e, dessa forma, se adaptar à realidade atual para gerenciar seus empreendimentos. “A gente costuma dizer que na Nova Economia a empresa vencedora não é a que tem a melhor ideia, é a empresa que melhor conhece o seu consumidor e vai criando soluções para esse cliente.  Ele muitas vezes não sabe o que quer, mas sabe a dor que sente”. Qual o perfil do novo consumidor? R- Na minha visão, é alguém que quer acessar as coisas na hora, no momento e do jeito dele. O perfil do novo consumidor é esse, ele entende que está tudo ao alcance dele, a um clique ou a uma fala. Então eu acredito que quem for desenvolver produtos ou serviços hoje tem que partir da premissa de deixar tudo sempre muito transparente: o que está entregando, o que é aquele serviço ou produto, para que serve, quais os pontos positivos ou não tão positivos, quais os pontos que precisam de melhorias naquela entrega, por que o serviço/produto facilita a tomada de decisão do consumidor. Qual a visão de mercado para o seu negócio? R-  Totalmente positiva. Eu sou o CEO e fundador da Alianco Group, uma holding composta por empresas que conectam a sociedade à Nova Economia. Enquanto os negócios tradicionais têm foco no analógico, no produto, no dinheiro do consumidor e na hierarquia, essas empresas que atuam em negócios inovadores – como a Alianco- têm foco no digital, no consumidor, na valorização dele e na autonomia. Hoje, com a tecnologia e tudo que a internet oferece, a gente consegue desenvolver um crescimento exponencial. Entendemos que é necessário ter uma responsabilidade social, focar também no terceiro setor, então a Nova Economia vem com esse viés de trazer  inovação, de trazer solução e desenvolver pessoas. Entendo que estamos só começando e que a visão do mercado é 100% positiva. As empresas estão começando hoje, os bancos começaram hoje, por exemplo, a falar do mercado de tokenização e mercado de criptoativos. Eu acredito que no futuro tudo será tokenizado. Mas o que é tokenização? Por que tokenizar? R- A tokenização é uma das inovações possibilitadas pela tecnologia blockchain. Ela consiste na transformação de ativos físicos em ativos digitais. Muitos investidores ainda não sabem do que se trata, mas é questão de tempo para se renderem a estes ativos, que já estão presentes em diversas negociações mundo afora. Os tokens cresceram em popularidade nos últimos meses por trazerem mais segurança, transparência e praticidade às movimentações financeiras. Hoje é possível tokenizar diferentes ativos, de clubes de futebol a obras de arte, passando por ações, bens imóveis, ativos tradicionais e, claro, dinheiro. Posso dar exemplo de alguns tipos de tokens: Security token: é a principal categoria porque é associada a ativos mobiliários, ou seja, aqueles capazes de gerar renda e que representam a posse real de um bem (ou pelo menos parte dele). Em suma: o usuário pretende ter algum tipo de retorno financeiro em sua negociação/aquisição. Ações, imóveis e demais investimentos físicos se transformam em security tokens. Entretanto, é preciso ter atenção, porque eles estão sujeitos à legislação que rege as movimentações financeiras. Utility token: como o nome em inglês sugere, ele tem alguma utilidade (não necessariamente possui um valor monetário). É bastante utilizado dentro de um ecossistema específico, como o varejo, permitindo que os usuários possam adquirir produtos ou serviços por meio desses tokens, como cupons de desconto, programas de engajamento e fidelização, entre outros. Equity token: são bastante utilizados no ambiente corporativo e funcionam de modo semelhante às ações. Com eles, empresas que precisam de investimento negociam tokens que concedem participação societária e dão direito aos lucros futuros. As regras, evidentemente, são definidas nos contratos inteligentes e ajudam a potencializar a busca por recursos financeiros. NFTs: a sigla significa non-fungible token, ou seja, o NFT, representa um ativo digital único que não pode ser substituído, como normalmente ocorre em negociações financeiras. Assim, ele é bastante utilizado como ferramenta de comercialização e proteção de bens com propriedade intelectual, como obras de arte, patentes e até participações em clubes esportivos. E quais são as vantagens de fazer parte do seu negócio? R-  Fundei a ALIANCO GROUP um ecossistema focado na Nova Economia, meu foco é entregar uma solução completa. Dentro desse ecossistema a gente tem: Abba Crypto – Educação Centro de pesquisas e análises de tecnologia blockchain e criptoativos. Visio Solution – Tokenizadora Desenvolvedora de ecossistemas e engenharia econômica de tokens. Axia – Digital Solution Construindo soluções tecnológicas com transparência e segurança através da blockchain. WeStart – Agência de Marketing Especialista em blockchain ads, construção de branding-pump e formação de comunidade criptoativa. Faccon – Contabilidade Inteligente Organizando empresas através do que há de mais atual no mundo contábil, com foco global no mercado de criptoativos. Venatore – Inteligência Comercial Assessoria e distribuição de criptoativos através de mapeamentos estratégicos. Távola – Comunicação 360 Escalando influência para alavancar negócios. Lineen – Plataforma NFT Descomplicando a forma de criar, comprar, vender e negociar NFTs. Captture – Patrocínio e Eventos Conectando marcas consolidadas ao inovador mercado dos criptoativos. Garlic – Launchpad Venture Capital tokenizada, focada em lançar startups com tese Web3.0. Chain Livre – Projeto Social Inserindo a Nova Economia nas comunidades carentes através da educação. Qual o seu propósito? R- Hoje meu propósito de vida é levar uma mensagem na prática de esperança e realização. Eu acredito de verdade que os negócios são só os meios pra essa mensagem que eu carrego chegar mais longe. Eu acredito muito na constância do exemplo, eu acredito na lealdade. Ela é a semente de todas as virtudes”. Então nas relações eu me baseio muito na lealdade como princípio para mim, eu tento e pretendo mantê-la sempre intacta. Meu grande propósito é levar uma mensagem de esperança, mas não aquela esperança longe, e sim uma esperança de realização, uma mensagem prática. Existe muita gente que sonha demasiadamente e não realiza, e tem muitas pessoas que realizam pouco porque não sonham.