O Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, está na cidade de Lisboa, em Portugal.

0
77

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, está na cidade de Lisboa, em Portugal. Pontes participa, na terça-feira (1º) às 8h (no horário de Brasília) na cidade de Sines, da cerimônia que inicia as operações do cabo submarino de fibra óptica de alta capacidade entre Brasil e Europa. O projeto foi financiado pela Comissão Europeia e pelo Governo Federal, através do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

O projeto da interligação entre os dois lados do Atlântico, conectando o Brasil à Europa com um link de alta capacidade, é uma ação do Diálogo Digital Brasil União Europeia. A ação, coordenada pelo secretário de empreendedorismo e inovação, Paulo Alvim, já existe há mais de 14 anos.

A empresa EllaLink, responsável pelo novo cabo, investiu cerca de €150 milhões na construção submarina. A Comissão Europeia contribuiu com €25 milhões e o MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações investiu €8,9 milhões. A coordenação no Brasil está sob a responsabilidade da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP/MCTI), organização social do MCTI. O cabo submarino tem 6 mil quilômetros de extensão e será utilizado para aplicações em ciência, tecnologia e educação ao longo de 25 anos. A ligação de fibra óptica conecta diretamente a cidade de Fortaleza (Brasil) a Sines (Portugal), sem a necessidade de os dados passarem pelos Estados Unidos.

A missão oficial do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, que acontece de 31 de maio a 3 de junho, também busca estreitar a cooperação científica e tecnológica entre Brasil e Portugal.

Na segunda-feira (31), às 13h, Marcos Pontes se encontra com o ministro de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Manuel Heitor. Na reunião serão assinados memorandos de entendimento para: o lançamento de uma rede de cooperação para promoção da cultura científica e tecnológica; o desenvolvimento de nanociências e tecnológicas quânticas e para o desenvolvimento da física nuclear, de partículas, astropartículas e cosmologia.

Após a inauguração do cabo submarino na terça-feira (1º) a visita oficial segue com uma visita ao centro de investigação em materiais e aos laboratórios da Universidade Nova de Lisboa (Cenimat) na quarta-feira (2) às 7h30 no horário de Brasília. Na ocasião o ministro do MCTI faz uma apresentação sobre os temas de interesse brasileiro de cooperação em ciência, tecnologia e inovação. Projetos de cooperação nas áreas de nanociências e tecnologias quânticas também serão apresentados para a reitoria da Universidade Nova.

Na parte da tarde, o ministro Marcos Pontes se reúne com o diretor geral do Web Summit, Artur Pereira. O Web Summit é o maior evento europeu de tecnologia, empreendedorismo e inovação. Na última edição (2018), aproximadamente 70 mil pessoas de mais de 160 países participaram do evento.

O ministro finaliza a agenda oficial em Portugal com uma visita ao Pavilhão do Conhecimento no Centro Ciência Viva. A presidente da instituição, Rosalia Vargas, recebe Marcos Pontes para tratar de projetos de cooperação para o lançamento de uma rede de cooperação para a promoção da cultura científica e tecnológica entre Brasil e Portugal.

DEIXE UMA RESPOSTA