O nome “Práticas Integrativas” é complicado de entender, mas os resultados são fáceis de sentir e o paciente não precisa gastar um centavo. É um sistema gratuito que une a medicina comum à medicina alternativa – ou medicina tradicional chinesa. Uma complementa a outra, com 19 práticas no total.

Funciona assim: depois da consulta, o médico indica ao paciente remédios – se houver necessidade – e também para que ele faça práticas como acupuntura, reiki, tai chi chuan, yoga, massagens, homeopatia, meditação, biodança, musicoterapia … tudo de graça, no próprio posto de saúde.

As Práticas Integrativas já podem ser feitas em quase 56% dos postos de saúde brasileiros, informou João Salame Neto, diretor do departamento de atenção básica do Ministério da Saúde. Isso tem ajudado as pessoas a reduzir a quantidade de remédios que precisam tomar, porque as práticas promovem exercícios físicos leves, devolvem o equilíbrio do corpo e da mente e reduzem o estresse.

Ganham os pacientes e ganha também o meio ambiente, que terá menos resíduos de remédios. É que os resíduos não conseguem ser filtrados pelo sistema de tratamento da água e vão parar em rios e lagos.

Pra saber se tem Práticas Integrativas em algum posto de saúde perto de onde você mora, pergunte na Secretaria de Saúde do seu município.

Veja na reportagem do Momento Ambiental:

O programa

O Momento Ambiental é um programa do Conselho da Justiça Federal, produzido pelo Centro de Produção da Justiça Federal – CPJUS. Foi lançado em 2008, tem uma fotografia diferenciada e mostra iniciativas sustentáveis, tecnologias e pesquisas que podem contribuir para a preservação do meio ambiente.

O M.A. tem caráter educativo, por isso a linguagem é a mais simples possível, com exemplos para fazer com que o telespectador perceba como ele pode ajudar e o quanto ele prejudica, mesmo sem querer, o meio ambiente com pequenas ações do dia a dia.

O programa é exibido nas TVs Justiça, NBR e em 27 emissoras privadas regionais.

FONTE: SóNotíciaBoa

DEIXE UMA RESPOSTA