Londres dá um exemplo simples para combater parte do plástico que polui o meio-ambiente.

Vai instalar bebedouros e fontes de água em diversos pontos da capital inglesa para combater o uso de garrafas plásticas de uso único, aquelas que as pessoas compram na esquina para tomar água e jogam na primeira lixeira que encontram…  quando não jogam no chão.

O anúncio foi feito prefeito Sadiq Khan. Ele pretende estimular a população e os turistas a carregar suas próprias garrafas, como as squeezes.

A partir deste mês a iniciativa começará em cinco regiões da cidade.  Restaurantes, bares e lojas vão disponibilizar bebedouros para que as pessoas possam encher suas garrafas de água gratuitamente também nestes lugares.

Se for bem-sucedido, o projeto será expandido para mais locais. O projeto piloto de Londres pretende instalar 20 novas fontes no próximo verão. A iniciativa lançada por Sadiq Kahn faz parte de um plano mais amplo para diminuir o descarte de resíduos.

O prefeito planeja que, até 2026, nenhum resíduo biodegradável ou reciclável seja jogado em aterros sanitários. Na prefeitura, já está proibido o uso de copos, talheres e garrafas feitos de plástico.

Parceria

A prefeitura da capital da Inglaterra tem parceria com a Sociedade Zoológica de Londres (ZSL, na sigla em inglês), que fornecerá as fontes e bebedouros e monitorará se há uma redução no descarte de garrafas plásticas.

A ZSL já havia lançado uma campanha anteriormente contra o uso do plástico, chamada de #OneLess.

De acordo com a entidade, os londrinos são os maiores consumidores de garrafas do Reino Unido, comprando em média, 3,37 unidades por semana, ou 175 por ano. Sem reciclagem, muitas delas vão parar no rio mais famoso da capital, o Tâmisa.

No ano passado, o Borough Market, o mais famoso mercado municipal de Londres, visitado por milhões de turistas anualmente, anunciou também a instalação de bebedouros para proibir a venda de garrafas de água. O mercado quer se tornar uma “zona livre de plástico”.

Poluição

Estima-se que um milhão de garrafas plásticas são vendidas por minuto no planeta, ou seja, 20 mil são compradas a cada segundo no mundo. Os números são da pesquisa Global Packaging Trends Report da consultoria Euromonitor International.

Apenas em 2016, foram comercializadas 480 bilhões de garrafas feitas com plástico.

FONTE: SóNotíciaBoa

DEIXE UMA RESPOSTA