Atualmente o mundo moderno tende a ter um vasto crescimento na utilização de veículos aéreos não tripulados, maior parte das aplicações é para mapeamento fotográfico tanto para navegação, detecção e espionagem sendo que este último é muito utilizado principalmente para fins militares. Em todas essas aplicações os níveis complexabilidade tanto na aquisição quanto no processamento, é extremamente elevada, por isso a utilização de diversas ferramentas de inteligência artificial para otimização e performance no processamento e na tomada de decisão do veículo, dando mais autonomia para o mesmo.

No crescente avanço tecnológico todas as áreas que utilizam junções de diversas tecnologias tem ganhado muita autonomia, as ciências aeroespaciais tem usufruído muito destes avanços como no desenvolvimento de novos materiais gerando um impacto nos sistemas estruturais de uma aeronave, gerando impacto na massa do veículo como também no fator “sustentação/arrasto”, e por fim na eletrônica embarcada que tem levado a aviação para outros níveis, gerando principalmente autonomia de ser pilotada de forma autônoma ou remotamente. O estudo dos princípios aerodinâmicos fazem toda a diferença se tratando se  do fator de que aeronave não tem nenhum tripulante, pois o processo de concepção do veículo não irá levar em conta os fatores geométricos e nem fisiológicos que se leva em um projeto de uma aeronave comercial ou militar, por isso é muito comum ver em diversos veículos anatomias de estruturas diferentes, a disposição das asas e entre outros fatores.

 

O poder computacional deste tipo de aeronave dever ser de elevado nível de processamento e confiabilidade, pois o processamento que gera autonomia de voo, controle de estabilidade por si só é extremamente complexo e também a aplicação da aeronave também como no exemplo no processamento de imagens que se faz necessário um processamento dedicado para esta determinada aplicação.

 

Este trabalho apresenta a teoria de diversas ferramentas de inteligência artificial, demonstra a arquitetura de funcionamento de um vant e em seguida aplicações das ferramentas de I.A, sobre os veículos aéreos não tripulados.

DEIXE UMA RESPOSTA